Os carros mais feios do Brasil

(Marco ASA) – Gosto não se discute. Quando se fala em design de carro, me surpreendo sempre. Dia desses um amigo dizia que gostava muito do desenho do Etios e do Cobalt (o atual, não o lançamento). Na minha modesta opinião, esses são exemplos máximos de equívocos de design da indústria.

O Toyota Etios foi uma criação para o mercado indiano, transplantado para o mercado brasileiro. Afinal “é tudo terceiro mundo”, pensaram os japoneses. O Cobalt (atual, não o novo, repito, que ficou bonito) foi o equívoco da GM em potencializar a frente na linguagem mundial. O resultado ficou parecendo a frente de um caminhão em um sedã. Ainda bem que perceberam o erro e dosaram a frente do Onix na medida certa.

Mas, voltando ao gosto, podemos analisar um carro de diversos ângulos e, alguns deles, conseguem ser “feios”em todos. Veja uma lista que preparei e mande a sua opinião, concordando, ou discordando:

 

  1. Etios Cross

etios cross.png

Difícil imaginar que alguém pague mais de R$ 50 mil em um hath popular com um monte de plástico “implantado”nas laterais e uma “boca”monstruosa.

2) Montana

montana

A geração anterior era bonita, baseada no Corsa de segunda geração. Agora, temos esse “caminhãozinho” que até vende bem por ser valente. Mas, é feio de doer.

3) Dobló

doblo_elx_001

Aqui não é o caso de ser muito feia. Mas, o visual cansou. Tanto que, se fosse mais moderna, sua versão Adventure poderia até concorrer com os SUVs da moda, como o Duster. Mas, é cara e antiga.

4) Etios sedã

etios seda

Trata-se de um carro cheio de qualidades. Espaçoso, de mecânica confiável, potente, econômico. Mas, o que é essa traseira? Parece desenhada por uma criança de cinco anos. Tipo, “estica um hatch que cria um porta-malas grande”. Vou poupar o hath comum (não o Cross) que é até agradável.

5) Spin

spin

O problema da minivan da Chevrolet é ela ter substituído dois carros de design marcante. Um deles, na versão cinco lugares, foi a Meriva. Na versão de sete lugares, substituiu a lendária Zafira. Não é um carro feio demais, mas tem coisas estranhas, como o “afundado”na lateral. É o efeito de design que pareceu defeito. Além disso, tem a mesma frente desproporcional do Cobalt atual.

6) up!

up

Aqui muitos vão discordar. E, já aviso: não acho o up! feio. O problema é que ele tem um design muito simples pelo preço que é oferecido. Trata-se de um autêntico city car que poderia ser vendido por, no máximo R$ 25 mil. Mas, fazer o que?

Deixe sua opinião, concordando ou descordando. Afinal, gosto não se discute.

 

Anúncios

4 pensamentos sobre “Os carros mais feios do Brasil

  1. Bom dia Marco. Concordo com você que no lançamento, achei todos esses muito feios mesmo. Mas confesso que já me acostumei com alguns deles. O Étios, continuo achando feio, exceto o Cross Amarelo, todos os outros, mesmo o cross de ouras cores, continuam horríveis, já o amarelo, esse eu já acho bonito, apesar de ainda achar que deveriam caprichar no interior e fazer o painel para o volante do lado esquerdo, ou trazer o Yaris. A Montana e a Doblô, simplesmente me acostumei com o design, mas continuam estranhas. A Spin, bem, achei horrível no lançamento, a LTZ tem os bancos lá de traz postiços, uma emenda mesmo que ficou terrível, por fora, já me acostumei, mas para a LTZ ser o carro que substituiria a Zafira não deu certo mesmo. O Up, também concordo 100% com o que você disse. Outro modelo antigo que particularmente eu achava feio pra caramba era o Logan!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s