OPINIÃO: A genial jogada de marketing do Boticário

O Siri Reporter (Marco ASA)

eu

(Marco ASA) – Domingo presenciei uma cena emblemática em um desses hipermercados meio shopping de Campo Grande. Na porta de uma lojinha de O Boticário, duas senhoras, vestidas até os pés, com cabelo enormes, claramente evangélicas, faziam o sinal de negativo com a cabeça e comentavam entre si: “Eu gostava desses perfumes, mas, e a propaganda, com homem com homem e mulher com mulher é uma vergonha”, diziam elas, como se nunca mais entrassem naquele “antro de perdição”. Lá dentro, uma mulher bem vestida, com seu cabelo que deve ter demorado horas pra arrumar em um salão onde a hora deve ser igual ao meu salário, saía com várias sacolas, feliz, como se cumprisse um dever cívico de combater o preconceito.

É isso que o pessoal de marketing do Boticário deve ter pensado na hora de criar a campanha onde casais de namorados diversos (inclusive homoafetivos) trocam presentes da rede…

Ver o post original 292 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s