Saques nos cofres da OGX podem complicar Eike Batista

Imagem

A coisa está cada vez pior pro Eike

Jornal do Brasil – O processo de recuperação da OGX, empresa de Eike Batista, deverá examinar os saques feitos no caixa da empresa e poderá esbarrar em algumas surpresas. A informação foi divulgada hoje pelo jornalista Elio Gaspari, que dedicou toda sua coluna dominical ao empresário, dispondo suas notas de forma muito similar a que o Jornal do Brasil utilizou nesta semana, quando foi feito o pedido de recuperação judicial da OGX. Gaspari afirma, numa das notas, que vários diretores do grupo EBX, holding das empresas de Eike, foram coniventes com resultados e expectativas inflados visando os bônus que receberiam a partir da divulgação dessas contas.

Segundo o jornalista, pelo menos dez executivos saíram das empresas de Eike com mais de R$ 100 milhões nos bolsos e alguns com mais de R$ 200 milhões. Gaspari lembra também de empresários e banqueiros que quebraram como Angelo Calmon de Sá, do Banco Econômico que tenta recuperar sua fortuna com ações na Justiça contra o Banco Central.

Em outra nota, Gaspari afirma que Eike, nos tempos das vacas gordas, foi procurado por um produtor de cinema de Hollywood que veio ao Brasil para lhe propor a venda do conglomerado da Playboy. No entanto, durante o jantar, o empresário ofereceu ao produtor um negócio bem melhor: um filme sobre sua vida. Eike, no entanto, impunha duas condições: quando jovem deveria ser interpretado por Leonardo Di Caprio e já maduro por George Clooney. Ao que tudo indica, o filme não foi feito.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s