Mundial de Rali: Loeb/Elena vencem pela sétima vez em Monte Carlo

Imagem

Além da dupla vencedora, Citroën coloca outros três DS3 entre os cinco primeiros colocados. Final do rali foi antecipado devido à neve.

(Assessoria Citroën) – Os reis não perdem a majestade. Mesmo tendo programação de participar de apenas quatro etapas na temporada de 2013, a dupla Sébastien Loeb/Daniel Elena, nove vezes campeã mundial de Rali, levou o Citroën DS3 à vitória no Rali de Monte Carlo, etapa de abertura do Campeonato Mundial de Rali (WRC) de 2013. Além de vencer, a Citroën colocou os DS3 no terceiro, quarto e quinto lugares da prova.
A sétima vitória da dupla franco-monegasca na prova, uma das mais tradicionais do WRC, foi confirmada antes do previsto: devido à forte nevasca, a direção de prova cancelou os dois estágios finais da prova. A chuva intensa no principado de Mônaco se transformava em neve acima de 800 metros – altitude das estradas do Col de Turini, onde se desenvolveriam os estágios finais. O frio intenso e a neve já haviam aparecido desde os primeiros dias, obrigando todas as equipes a usarem pneus especiais para esse tipo de condição. 
No estágio 14, o primeiro dos cinco previstos para o último dia de prova, Loeb já relatava: “Está simplesmente impossível de se pilotar. Tive que abrir uma trilha através de uma camada de lama e o carro aquaplana o tempo todo. Não dá para ir a mais de 30 km/h nas retas. A mais que isso, você perde completamente o controle do carro e sai da pista”. Nesse mesmo estágio, vários concorrentes abandonaram o rali após acidentes e saídas de pista. Dani Sordo/Carlos del Barrio e Mikko Hirvonen/Jarmo Lehtinen, também da equipe oficial da Citroën, terminaram o rali em terceiro e quarto lugares. “As condições eram muito ruins”, resumiu Sordo. “Não assumi nenhum risco, a fim de ter certeza de que eu chegaria ao final.”
Ao retornarem a Mônaco no começo da noite de sábado, as equipes foram informadas do cancelamento dos dois estágios finais (17 e 18). Com isso, o 81° Rali de Monte Carlo chegava ao fim. Na Citroën, a surpresa inicial com a decisão rapidamente deu lugar à comemoração pelo excelente resultado. “É um final um pouco estranho para o rali, mas compreendemos a decisão”, admitia Yves Matton, chefe da Citroën Racing Team. “Nosso objetivo era colocar dois carros no pódio e foi exatamente o que conseguimos. Também foi muito prazeroso ver quatro Citroën DS3 nos cinco primeiros lugares do rali.” O final antecipado fez com que não fosse realizado o Power Stage – o último estágio do rali, no qual os três mais rápidos recebem pontos extras no campeonato (3, 2 e 1, respectivamente), independentemente do resultado final da prova.
Vencedor do Rali de Monte Carlo pela sétima vez, Loeb igualou o recorde de quatro vitórias consecutivas na prova, estabelecido na década de 1990 pelo finlandês Tommi Makinen. “Foi peculiar. Tivemos todo tipo de condição possível durante o final de semana, exceto pista seca! Acho que foi a primeira vez que competi em um Rali de Monte Carlo sem colocar pneus slick no carro nenhuma vez. Dominamos o rali praticamente da largada até o final e estou muito feliz por ter vencido em minha última participação aqui”, finalizou Loeb, que fará apenas outros três ralis durante o ano: Suécia, Argentina e França.

Rali de Monte Carlo – 16 a 20 de janeiro de 2013
Resultado final
1) Sébastien Loeb (França)/Daniel Elena (Mônaco), Citroën DS3, 5h18:57.2
2) Sébastien Ogier (França)/Julien Ingrassia (França), VW Polo, a 1:39.0
3) Dani Sordo (Espanha)/Carlos Del Barrio (Espanha), Citroën DS3, a 3:49.0
4) Mikko Hirvonen (Finlândia)/Jarmo Lehtinen (Finlândia), Citroën DS3, a 5:26.3
5) Bryan Bouffier (França)/Xavier Panseri (França), Citroën DS3, a 8:13.1
6) Mads Ostberg (Noruega)/Jonas Andersson (Suécia), Ford Fiesta, a 12:03.7
7) Martin Prokop (República Tcheca)/Michal Ernst (República Tcheca), Ford Fiesta, a 23:27.3
8) Sepp Wiegand (Alemanha)/Frank Christian (Alemanha), Skoda Fabia, a 29:34.5
9) Olivier Burri (Suíça)/André Saucy (Suíça), Peugeot 207, a 35:38.2
10) Michal Kosciuszko (Polônia)/Maciej Szczepaniak (Polônia), Mini John Cooper Works, a 36:28.0

Classificação do Campeonato Mundial de Rali após 1/13 provas
Pilotos
1) Sébastien Loeb (França), Citroën DS3, 25 pontos; 2) Sébastien Ogier (França), VW Polo, 18; 3) Dani Sordo (Espanha), Citroën DS3, 15; 4) Mikko Hirvonen (Finlândia), Citroën DS3, 12; 5) Bryan Bouffier (França), Citroën DS3, 10; 6) Mads Ostberg (Noruega), Ford Fiesta, 8; 7) Martin Prokop (República Tcheca), Ford Fiesta, 6; 8) Sepp Wiegand (Alemanha), 4; 9) Olivier Burri (Suíça), Peugeot 207, 2; 10) Michal Kosciuszko (Polônia), Mini John Cooper Works, 1 ponto.

Copilotos
1) Daniel Elena (Mônaco), Citroën DS3, 25 pontos; 2) Julien Ingrassia (França), VW Polo, 18; 3) Carlos Del Barrio (Espanha), Citroën DS3, 15; 4) Jarmo Lehtinen (Finlândia), Citroën DS3, 12; 5) Xavier Panseri (França), Citroën DS3, 10; 6) Jonas Andersson (Suécia), Ford Fiesta, 8; 7) Michal Ernst (República Tcheca), Ford Fiesta, 6; 8) Frank Christian (Alemanha), Skoda Fabia, 4; 9) André Saucy (Suíça), Peugeot 207, 2; 10) Maciej Szczepaniak (Polônia), Mini John Cooper Works, 1.

Equipes
1) Citroën Total Abu Dhabi WRT (Citroën DS3), 37 pontos; 2) Volkswagen Motorsport (Polo), 18; 3) Abu Dhabi Citroën Total WRT (Citroën DS3), 15; 4) Qatar M-Sport WRT (Ford Fiesta), 10; 5) Lotos Team WRC (Mini John Cooper Works), 8; 6) Qatar World Rally Team (Ford Fiesta), zero.

Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s